Segunda a polícia ,durante os roubos a quadrilha agia com violência ,mantendo os motoristas até em cárcere privado e sob vigilância em um matagal 

FOTO:Divulgação Diário dos Campos
 Na noite da última Quarta -Feira(28),foram presas cinco pessoas envolvidas no roubo de grãos na região.A operação batizada como”Operação Safra” teve a participação das polícias civis de Ponta Grossa,Jaguariaíva,Piraí do Sul e Arapoti.
 Os presos confessaram serem os autores de seis roubos de carga na região ,porém estima-se que a quadrilha teve participação  de em média 180 toneladas de grãos roubados.Um dos presos foi liberado, e a polícia procura  por um sexto individuo que esta foragido.
 A prisão da quadrilha foi feita após o roubo de 36 toneladas de soja que aconteceu na saída de uma fazenda em Tibagi.O primeiro suspeito foi preso às 21:15 na cidade de Piraí do Sul,quando a polícia abordou um veículo gol com dois ocupantes,o passageiro do veículo conseguiu fugir,e o motorista ao tentar fugir foi pego pela polícia.No interior do veículo os policiais encontraram balaclavas,rádios comunicadores e cordas.Os policiais seguiram para Castro, local onde foi deixado a vitima,e logo após foram para Ponta Grossa onde prenderam os outros integrantes da quadrilha.Os investigadores recuperaram o caminhão e carga que já havia sido descarregada, além de localizar dois barracões onde eram armazenado os grãos e prender veículos e armas usados nos roubos.
 Na quinta-feira(29) a polícia civil de Teixeira Soares recuperou dez toneladas de feijão roubadas pela quadrilha e prendeu uma pessoa por receptação.A carga tinha sido descarregada na noite de segunda-feira e seria carregada em alguns dias,o proprietário do barracão em que estava as dez tonelada de feijão,reconheceu três dos cinco indivíduos presos,confirmou que a carga tinha sido descarregada na segunda-feira e disse que já havia recebido outras cargas anteriormente,o proprietário foi autuado por receptação.
 Devido a colheita de soja e feijão, a quadrilha começou a agir há 45 dias na região de Jaguariaíva,Ipiranga,Arapoti,Piraí do Sul,Imbituva e Tibagi.Com o ótimo trabalho exercido pela polícia, alguns integrantes da quadrilha já estão atrás das grades.