Estimulando sempre a inserção comunitária o Colégio Sepam envolveu alunos, familiares, professores e funcionários em campanhas que beneficiaram mais de 4.500 pessoas. Todo material arrecadado ao longo de 2018 – mais de 4 toneladas em alimentos, mais de 700 produtos de higiene e 150 brinquedos – foram destinados a vinte instituições socioassistenciais de Ponta Grossa.

Para a entrada dos eventos realizados pelo Colégio (mostras, gincanas e outros) não é cobrado ingresso em dinheiro, mas uma doação. Um exemplo é a arrecadação de fraldas geriátricas na Mostra de Teatro. O Grupo da Cidadania, projeto de voluntariado do Colégio, organiza a destinação e distribuição dessas doações para as instituições que necessitam. “Colocamos o aluno como protagonista de sua ação como cidadão. Participar do projeto ajuda a desenvolver o lado humano, de cumplicidade e de empatia com o próximo, a entender a sua responsabilidade social, a respeitar os mais velhos, as crianças e os mais necessitados. Além de doar produtos básicos, os alunos entregam amor, carinho e atenção”, explica o coordenador do projeto, professor Marcos Trancoso.

Atividades do calendário pedagógico do Colégio também incluem ações sociais. Em 2018, o projeto as turmas do 2º ano do Fundamental I para a Feira da Cultura contemplou a confecção de mais de 80 bonecos de pano (baseados nos personagens do Sítio do Pica-Pau Amarelo) que foram entregues às crianças da Legião da Boa Vontade (LBV).

Já as turmas do 3º ano do Fundamenta I contribuíram com a Campanha Natal Sem Fome – ação da Secretaria Municipal de Políticas Públicas Sociais (SMPPS) em parceria com a Serviço de Obras Sociais (SOS). A iniciativa da arrecadação partiu dos próprios alunos após assistirem à uma palestra da secretária Simone Kaminski Oliveira, em setembro, onde ela expôs as dificuldades enfrentadas pelo SOS. Foram arrecadados 565 kg de alimentos, 31 litros de leite e 70 litros de óleo de cozinha. E os alunos do 5º ano montaram 90 kits de higiene para o Lar das Vovozinhas e a Colmeia Espírita Cristã Abegail.

“Podemos perceber que todo trabalho desenvolvido ao longo do ano não envolveu somente os alunos, mas também a família de cada um deles, que ajudou nas arrecadações e no desenvolvimento das atividades. Finalizamos 2018 desejando que o próximo ano seja a oportunidade de novas atitudes em busca de uma sociedade cada vez mais justa e igualitária”, finaliza a coordenadora do Ensino Fundamental I do Sepam, Ana Carolina Baggio De Paula.

Informações da assessoria.