Há exatos 35 anos, as mulheres marcam presença nas fileiras do 1º Batalhão de Polícia Militar. Em 20 de novembro de 1983, um marco na história do 1º BPM: o primeiro Pelotão PM feminino de Ponta Grossa/PR iniciava seu processo de formação na sede do Batalhão, no Bairro da Ronda.

Ingressando na Polícia Militar numa época ainda marcada pelo preconceito, dentro e fora dos quartéis, 48 heroínas venceram barreiras e adversidades, e ajudaram a consolidar o espaço da mulher numa profissão, até então, predominantemente masculina.

A inclusão de policiais militares femininas, justificada pela necessidade de modernização da Instituição e do Estado, teve por objetivo, à época, humanizar e modificar a imagem da PM no Paraná.

Trechos da nota divulgada naquele ano pela Aspirante a Oficial Mirian Biancolini (hoje Coronel da Reserva da PM), à época Coordenadora do Curso de Formação de Soldados que compunha o 1º Pelotão de Polícia Militar Feminina formado em Ponta Grossa, revelam que “a aceitação da mulher na atividade policial militar foi gradativa como nas demais profissões onde se faz necessário justificar a presença da mulher como força de trabalho atuante (…)”; e ainda sua consciência “de que a Polícia Militar Feminina, é uma organização em que as diferenças bio-psicológicas de suas integrantes devem ser respeitadas, mas contundo são exigidos os mesmos padrões de desempenho profissional atribuídos ao policial militar do sexo masculino”.

Naquela oportunidade, a Oficial declarou também: “Sabemos que hora em diante esta é a nossa casa, e, esperamos contar com o apoio de todos para bem cumprir a missão integradamente, visando acima de tudo o bem estar e a segurança da comunidade.

O 1º BPM parabeniza a todas as mulheres que, ao longo destes 35 anos, contribuíram para a construção da história da Polícia Militar em Ponta Grossa e região, sendo protagonistas de muitas mudanças e realizações. Hoje as Policiais Femininas são uma grata realidade, não apenas no 1º BPM, mas em toda a Polícia Militar do Paraná.

A Turma de 1983/1984

  • Alzira Mayumi Ywata
  • Ana do Carmo Mattos
  • Ana Lúcia Ferreira
  • Ana Tarachuk
  • Benedita Ferreira de Lima
  • Bernadete de Lurdes Waldmann
  • Dirce Schactae
  • Edina Midori Ywata
  • Elaine Maria Camargo Cordeiro
  • Elenita Rosdaibida
  • Eliane do Rocio Mendes
  • Eloína de Andrade Graeff
  • Elza Maria Cassimiro da Silva
  • Eneide Luiza Tchmolo
  • Eroni Oberg
  • Euzi Maria Musial
  • Giselda de Siqueira
  • Gorete Aparecida Martins
  • Jaqueline Kugler Tibucheski
  • Josélia Kindl
  • Lídia Maria Barros da Silva
  • Maribel Alves de Oliveira
  • Maria de Lurdes Alves de Freitas
  • Maria Lúcia Samonek
  • Maria Lúcia Amaro
  • Maria Slompo
  • Maria Terezinha Kovaleski
  • Marinéia Tozeto da Silva
  • Rita da Luz Supren
  • Rita Rosângela M. de Siqueira
  • Rosa Krokosz
  • Rosângela Moraes Ribeiro
  • Rose Mari Markowicz
  • Rosilene Pechefiste
  • Salete Lima Moreira
  • Sandra Lúcia Cardoso
  • Sandra Aparecida da Silva
  • Sandra de Cássia Rodrigues
  • Silvana de Lurdes Pereira Lelis
  • Sirlene Moreira de Lima
  • Sônia Mara Dias Ferreira
  • Susete de Fátima Ferreira
  • Tânia Maria dos Santos
  • Terezinha Aparecida Zander
  • Tereza Cristina Camargo
  • Vera Grochewicz
  • Vera Maria Aparecida Kautk
  • Vera Lúcia Lima Moreira