O setor de Fretamento da Expresso Princesa dos Campos apresentou um resultado surpreendente no primeiro trimestre de 2019. Comparado com o mesmo período de 2018, os fretamentos eventuais aumentaram 45%.

Os números são motivo de comemoração, especialmente se levado em conta o
crescimento registrado de 2017 para 2018, que foi de 10%. “A área de Fretamentos é uma excelente possibilidade para diversificação dos nossos serviços. Além disso, conseguimos adequar a nossa frota à demanda, otimizando os veículos que estão parados. E frota rodando é sinônimo de receita”, destaca Florisvaldo Hudinik, diretor-presidente da Princesa dos Campos.

Um conjunto de fatores foi responsável pelo incremento significativo registrado no
trimestre, conforme Amir Kanson, gerente de Fretamento. Ele explica que a utilização de
veículos Low Driver (LD) é um grande diferencial da Princesa dos Campos. Os LDs são
carros maiores, mais altos, com 44 lugares, padrão executivo ANTT, ar condicionado,
calefação, monitores de áudio e vídeo com DVD, além de wifi e toaletes. “São veículos
muito bonitos, imponentes e que oferecem grande conforto aos passageiros”, enumera
Amir.

Alinhada à qualidade Princesa dos Campos, o gerente de Fretamento destaca a
parceria com a CVC Viagens e Turismo. De 2018 para 2019, a demanda da operadora de
turismo por fretamentos mais que dobrou. “Essa parceria iniciou em 2018 e ampliou em
2019. São grupos de turismo da operadora, que embarcaram em cruzeiros no Porto de
Santos (SP). Quando os grupos retornam da viagem de navio, nós buscamos esses
clientes e levamos eles novamente às suas cidades de origem. Foi um movimento muito
grande, que demandou um trabalho minucioso da Princesa dos Campos em termos de
preparação, organização e atendimento de todos os requisitos da contratante”, aponta
Amir.

Outro destino importante que incrementou o movimento entre janeiro e março
deste ano foi Aparecida (SP), maior centro de peregrinação religiosa da América Latina e
conhecida como ‘Capital Mariana da Fé’. Somente no primeiro trimestre, foram mais de 70
viagens provenientes de diversas regiões, porém especialmente dos Campos Gerais.