Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE
latest

Acessibilidade - Ouça a Noticia

Prefeitura homenageia professores e alunos finalistas do Agrinho

Imagem: Divulgação

O prefeito Moacyr Fadel Junior e a secretária municipal de Educação, Rejane Nocera, entregaram nesta terça-feira (5) no Salão de Atos da Prefeitura, Diploma de Reconhecimento aos professores e alunos finalistas do prêmio Agrinho 2019. Participaram do evento o presidente do Sindicato Rural de Castro, Eduardo Medeiros, a assessora pedagógica do Senar, Patrícia Lupion e o vice-prefeito Alvaro Telles.

A secretária destacou o trabalho desenvolvido pelos professores no projeto. “Nossos professores se empenham para fazer o melhor com os alunos nesse programa que muito acrescenta ao conhecimento. Parabéns a todos”, disse.

Eduardo Medeiros ressaltou que o Agrinho é uma ação importante feita pela Federação de Agricultura do Estado do Paraná, Senar e Sindicato Rural, para mostrar o funcionamento do campo, a preservação do meio ambiente e a sustentabilidade. “É um caminho de ligação entre o campo e a cidade pela educação, por meio da parceria com a Prefeitura. As professoras de Castro têm surpreendido pelo trabalho com os alunos. O município tem sua atividade principal no agronegócio, e o entendimento de como funciona tudo isso é muito importante. Como instituição que representa os agricultores estamos muito felizes em participar”, disse.

Fadel destacou que Castro tem tradição em se classificar no Agrinho e mais uma vez, os professores tiveram seu trabalho reconhecido. “Parabéns por tudo o que vocês fazem por nossos alunos, pela dedicação que têm em ensinar. Mais uma vez, com muita competência e talento chegaram na etapa final e isso muito nos orgulha”, disse.

Projetos

A professora Gislaine Ferraz e Silva, da Escola Municipal Jardim Bela Vista, conquistou o primeiro lugar na categoria “Experiência Pedagógica” com o projeto “Reciclando atitudes para salvar nosso solo”, trabalhando com os alunos a importância da preservação do solo com ações que envolveram a escola e a comunidade.

A Escola Jardim de Bela Vista também ganhou na categoria “Relato Escola Agrinho Solos” com a coordenadora pedagógica Luciane da Silva Farias e o diretor Rodrigo Nunes Passos.

Na categoria “Redação”, foram vencedores a aluna do quarto ano do ensino fundamental, Isabele Calazans Zampieri da Escola Municipal Marida da Fonseca Fadel, orientada pela professora Camila de Souza Ribeiro e o aluno do segundo ano do ensino fundamental, Fernando Batista Carvalho da Escola Municipal Santo Lazarini, no Abapan, orientado pela professora Neizeli de Fátima da Silva Santos.

Também concorreram na etapa final na categoria “Experiência Pedagógica” a professora Carina Hampf de Oliveira, da Escola Municipal de Terra Nova com o projeto “Campos Gerais... Semeando caminhos sustentáveis, colhendo um futuro melhor”, e a professora Aline de Castro Anacleto, da Escola Municipal Professora Relindis Capilé com o projeto “Um mundo com + cogumelos”.

Da rede particular na categoria “Experiência Pedagógica” concorreram o projeto “Caminhos do Leite” da professora Amanda Letícia Swiench dos Anjos e Leticy Anne Palhano da Escola Evangélica de Castrolanda.

No Agrinho Solos foram classificadas ainda as experiências pedagógicas da rede pública o projetos “Rosário Verde” da Escola Municipal de Vila Rosário da professora Dábila Batista de Andrade; e “Práticas sustentáveis no campo” da Escola Municipal do Campo Professor Benedito Roque Leal com a professora Silmara de Jesus Carneiro.

Programa

O Agrinho é o maior programa de responsabilidade social do Sistema FAEP, resultado da parceria entre o SENAR-PR, FAEP, governo do Estado do Paraná por meio das secretarias de Educação, da Justiça, Cidadania, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Agricultura e Abastecimento, municípios paranaenses, empresas, instituições públicas e privadas.

O programa foi concebido em 1995 e foi para o campo em 1996, levando às escolas da rede pública de ensino uma proposta pedagógica baseada em visão complexa, na inter e transdisciplinaridade e na pedagogia da pesquisa.

O concurso realizado todos os anos nas categorias redação, desenho, experiência pedagógica, escola e Município Agrinho serve a um só tempo como instrumento de avaliação do alcance das atividades e como uma amostra daquilo que o programa vem provocando em termos de ações efetivas.

Informações da assessoria.

Nenhum comentário