Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE
latest

Acessibilidade - Ouça a Noticia

Frísia é nomeada Embaixadora para a América Latina do Prêmio Mundo de Respeito 2019

Programas, projetos e ações socioambientais renderam neste mês à Frísia o título de Embaixadora para a América Latina do Prêmio Mundo de Respeito em 2019. Representantes da cooperativa foram a Washington (Estados Unidos) receber o reconhecimento que garantiu à ela ser considerada uma das cooperativas mais sustentáveis do Brasil. A premiação foi concedida pela Corteva Agriscience, multinacional que é referência em incentivo e realização das boas práticas sociais e ambientais no planeta.

A Frísia foi a cooperativa que mais apresentou pontuação no País em um relatório de todos os trabalhos realizados com (e para) a comunidade, os colaboradores, cooperados e em prol do meio ambiente. Essa foi apenas a terceira vez que a Frísia participa da premiação. Em 2017, ficou em quinto lugar e no ano passado alcançou o terceiro.

“Ser embaixador da América Latina mostra que estamos fazendo um trabalho muito forte e de qualidade, tanto em capacitação de pessoas, organização do ambiente de trabalho, uso correto dos defensivos. Estamos passando para outro patamar. Nós temos conhecimento, agora vamos disseminá-lo para outras regiões, para que cada vez mais as pessoas possam ter essa capacitação, conscientização”, afirma o superintendente da Frísia, Emerson Moura.

Coordenador de Boas Práticas Agrícolas da Corteva, Igor Borges explica que a cooperativa foi reconhecida em um primeiro momento como destaque em nível nacional, se sobressaindo perante outras parceiras no País com o Prêmio Mundo de Respeito. “Em um segundo nível, foi escolhida como Embaixadora para a América Latina, concorrendo com outros parceiros de países da região. O mérito da Frísia foi o diferencial e a qualidade do seu programa, apresentando um planejamento que atende uma massa de pessoas diversificada e mostra a preocupação com a comunidade, os cooperados, as escolas e o município”, conta Borges.

“Apresentamos atividades e ações que comprovam o compromisso com a sustentabilidade e promovem a melhoria na sociedade. Para os pilares da sustentabilidade serem considerados, fatores econômicos, sociais e ambientais devem ser atendidos”, reforça o gerente comercial da Frísia, Mario Dykstra.



Programas de sucesso

Emerson Moura lembra que “Frísia” tem o “S” de sustentabilidade, um dos valores da cooperativa. “Ganhar o Prêmio Mundo de Respeito, um dos maiores prêmios social e ambiental do Brasil no setor, mostra que estamos no caminho certo. Esse prêmio contempla todo um trabalho que realizamos há alguns anos”.

Na questão ambiental, destacam-se o Coleta Legal, programa de recolhimento de embalagens veterinárias feito com os cooperados e que em 2018 deu a destinação correta a mais de 24 toneladas; o programa Campo Limpo, de logística reversa de embalagens de defensivos agrícolas feito junto à Associação dos Revendedores de Insumos Agropecuários dos Campos Gerais (Assocampos), que também em 2018 coletou 377 mil embalagens; a recuperação de áreas degradadas, com a conservação e recuperação de reservas em consonância com os órgãos públicos; o rígido controle dos produtos instalados nos armazéns de insumos; as atividades feitas pela Assistência Técnica da Frísia (Astec) para a preservação do solo e bem-estar animal, por exemplo; e o trabalho da Fundação ABC, uma das principais instituições de pesquisa e desenvolvimento do Brasil, e que tem a Frísia como uma das mantenedoras.

Sociedade

Em relação aos pontos sociais e econômicos, a Frísia realiza o projeto Sementes do Bem, uma parceria com a APAE Ponta Grossa, que visa a inclusão de pessoas com necessidades especiais. São 19 pessoas empregadas, sendo 18 alunos da APAE que trabalham no contraturno plantando mudas de flores e de árvores para reflorestamento.

Também foram inseridos no Prêmio Mundo de Respeito o Cooperjovem, que desperta nos educadores e estudantes os preceitos do cooperativismo como forma de organização socioeconômica; o projeto Mulheres Cooperativistas; o Virando a Camisa, ação apoiada pela cooperativa junto à APAE Tibagi que transforma uniformes dos colaboradores em kits novos para comercialização - os recursos são totalmente voltados ao atendimento de jovens e adultos com necessidades especiais; o sistema Frísia+Lean, que aperfeiçoa a gestão da propriedade pelo cooperados, visando a otimização de recursos, redução de desperdício, diminuição de custos e aumento da produtividade; a aplicação do Boas Práticas da Fazenda (BPF); e a plataforma de gestão financeira na cooperativa.

“Também inserimos na premiação a Digital Agro, uma das principais feiras digitais voltadas para o campo no Brasil, porque as tecnologias e as palestras apresentadas também são voltadas para os produtores serem mais sustentáveis, tendo acesso a ações e produtos modernos e eficientes”, afirma Dykstra.

Além do Prêmio Mundo de Respeito, no início de setembro, a Frísia foi premiada com a Menção Honrosa Sesi ODS, reconhecimento-destaque entregue pelo Serviço Social da Indústria em favor dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, referendado pela Organização das Nações Unidas (ONU). Ele foi entregue devido ao programa Coleta Legal.

Fonte:Assessoria PG1com

Nenhum comentário