Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE
latest

Acessibilidade - Ouça a Noticia

Produtores do Paraná alcançam produtividade acima da média em silagem

Pecuarista de leite na região de Castro, Dowie Groenwold é criterioso. Há anos observa o comportamento de cultivares em campo e realiza análises bromatológicas antes de definir o que vai compor a dieta dos animais. “Ter um híbrido de qualidade é fator decisivo para conseguir o máximo aproveitamento da produção de leite”, diz. Sempre em busca de novos patamares, Groenwold chamou a atenção na safrinha deste ano ao obter um rendimento bem acima da média, com o precoce 2A521. “O híbrido atingiu 82 toneladas por hectare e demonstrou alta concentração de nutrientes na conversão leiteira”.

[caption id="attachment_3024" align="alignnone" width="696"] Dowie Groenwold: “Ter um híbrido de qualidade é fator decisivo para conseguir o máximo aproveitamento da produção de leite” Foto:divulgação[/caption]

Sempre atento à escolha da semente, ao ponto de colheita, à altura de corte e ao manejo adequado, o paranaense Lucas Rabbers também contabilizou resultados acima da média na produção de leite com o híbrido 2A521, alcançando 70 toneladas de silagem por hectare.

[caption id="attachment_3020" align="alignnone" width="696"] Foto: Divulgação[/caption]

Tanto na produção de leite quanto de corte, a silagem de milho se destaca por apresentar bom volume de grão e massa verde, excelente qualidade de fermentação, alto valor energético e ótima aceitação dos animais pela fácil digestibilidade. “Uma dica importante no planejamento é contar com o apoio de um técnico que irá avaliar o híbrido específico para a cobertura geográfica do produtor, levando em conta microclima, tipo de solo, estresse hídrico e pressão de pragas e doenças”, enfatiza o engenheiro agrônomo e líder de Marketing da Forseed, Aldenir Sgarbossa. “Hoje a combinação entre biotecnologia, genética e manejo permite atingir níveis de produção e qualidade de silagem jamais imaginados anos atrás”, diz.

Antonio Francisco Milan é outro produtor paranaense a comemorar o resultado do investimento. Na propriedade, em Teixeira Soares, obteve 81,5 toneladas de silagem com o precoce FS620PWU para alto investimento. “O ideal é verificar se o híbrido tem capacidade para proporcionar produtividade com estabilidade e sanidade, ou seja, entregar resultado em todas as frentes”, conclui.

Sobre a Forseed
Forseed é uma marca da LongPing High-Tech que alia tecnologia com especificidade e foi criada especialmente para atender as necessidades do produtor. Em seu DNA está a busca contínua por antecipar fatores que podem afetar a alta performance em campo e é, desta análise, que é desenvolvido o híbrido certo para cada situação.

Sobre a LongPing High-Tech
A LongPing High-Tech é líder mundial no mercado de arroz híbrido e em vegetais e milho na China, além de ter participação global em outros cultivos como trigo, algodão, girassol, canola e milheto. Fundada em 1999 e listada na Bolsa de Valores de Shenzhen em 2000, é voltada totalmente ao mercado de sementes. No Brasil, iniciou suas atividades em dezembro de 2017, com unidades de produção e polos de pesquisa distribuídos pelo País.

Nenhum comentário