Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Acessibilidade - Ouça a Noticia

Homem que esfaqueou policial em Castro é condenado a 7 anos de prisão

O Tribunal do Júri de Castro condenou Airton Lorenço da Silva, de 44 anos, a sete anos e seis meses de prisão em regime semiaberto por tentativa de homicídio. Ele é acusado por tentar matar um cabo da Polícia Militar. A decisão foi dada na sexta-feira (12) durante sessão do júri que durou pouco mais de nove horas.

O caso aconteceu na noite de 23 de outubro de 2010, em frente a uma lanchonete no Bairro Perpétuo do Socorro. Airton desferiu cinco golpes de faca contra o policial, que na ocasião estava de folga. De acordo com a promotoria, o crime teria motivação passional.

O militar foi socorrido em estado grave e ficou internado entre a vida e a morte.

Após o crime, Airton Lorenço ficou foragido e só foi preso sete anos depois, em 2017. Na época, o crime ganhou repercussão pelo fato de o policial ser bastante conhecido na cidade.

Nenhum comentário