Notícias

PM prende três por violência doméstica em Castro

A Polícia Militar registrou três ocorrências de violência doméstica nas últimas horas em Castro. Nos três casos os agressores foram presos em flagrante.


Bate na esposa por causa de mensagens no celular


A situação ocorreu na Colônia Terra Nova, zona rural de Castro, por volta das 20h15 de quarta-feira (16). Um homem foi preso depois de agredir a esposa e ameaçá-la com um canivete.


A briga foi na residência do casal e, de acordo com as informações, teria sido motivada por causa de mensagens no celular da vítima.


No boletim de ocorrência, a mulher afirma que o marido se alterou depois de ler mensagens em seu celular. Ele desferiu um soco contra o rosto da vítima e, usando um canivete, obrigou-a sair da residência sem levar o filho do casal.


A Polícia Militar foi chamada até o endereço, onde encontrou o suspeito e o prendeu em flagrante.


Filha apanha por motivo fútil


Uma adolescente foi agredida pelo próprio pai na noite de quarta-feira (16). O motivo das agressões, segundo a vítima e testemunhas, seria fútil, porém não foi revelado.


A situação aconteceu no Bairro Poço Grande, conhecido como Vila dos Pacas. O homem agrediu sua filha mais nova com chutes e socos. As agressões só terminaram quando vizinhos e familiares seguraram o suspeito, que em seguida fugiu do local ameaçando voltar para incendiar o imóvel.


Informada, a PM foi até o local para averiguar a situação e, em conversa as testemunhas, ficou sabendo que é comum o suspeito agredir os familiares, principalmente com palavras de baixo calão.


Uma viatura da Polícia Militar foi designada para procurar o indivíduo e, durante as buscas, o localizou no bairro vizinho. Ele foi preso em flagrante.


Bêbado tenta surrar a esposa, discute com o filho e desacata policiais


Um homem de 48 anos foi preso por desacato, desobediência, lesão corporal, violência doméstica e perturbação do sossego na madrugada desta quinta-feira (17) no Bairro Cantagalo.


A Polícia Militar disse que por volta das 2 horas foi chamada para conter um indivíduo que estava jogando pedras nas casas dos vizinhos.


No local, o suspeito foi encontrado, desobedeceu à abordagem e ainda tentou agredir a equipe policial. Por estar muito alterado, ele teve que ser contido com disparos de munição não letal –“bala de borracha”.


A esposa do homem chegou ao local no momento em que era ele era colocado no camburão da viatura. A mulher disse aos policiais que o marido chegou bêbado em casa e começou a quebrar os móveis. Ele ainda teria tentando surrar a esposa, que conseguiu fugir do local.


Depois do episódio, o homem foi até a frente da casa do filho, que fica na rua de trás, e começou a discutir com o rapaz e apedrejar as residências das redondezas.

Nenhum comentário

Talvez se interesse...

randomposts

Curta também!

fb/https://www.facebook.com/blogdecastronoticias