Exposição coletiva Infinitos Campos Gerais termina no domingo

Esta é a última semana para visitar a exposição de arte contemporânea Infinitos Campos Gerais, realizada na centenária Fazenda Capão Alto, em Castro (PR). O lugar, que exerceu influência na formação de Castro e foi tombado como Patrimônio Cultural do Paraná, hoje é substância para a concepção de trabalhos artísticos. A exposição segue em cartaz até domingo (27), com visitação das 9h às 17h30. O espaço é aberto para públicos de todas as idades, com entrada no valor de R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia).


A curadoria teve como base o conceito do site­-specific, uma abordagem em que as obras dialogam diretamente com o ambiente em que estão inseridas, seja o espaço construído, a natureza ao redor ou mesmo as camadas históricas, sociais, econômicas e simbólicas presentes no local. Utilizando linguagens como pintura, instalação e intervenção, sete artistas visuais participam da ocupação temporária: Constance Pinheiro, Fran Ferreira, Gio Soifer, Marcos Frankowicz, Maria Baptista, Ricardo Leiva e Willian Santos.


Segundo a artista Maria Baptista, coordenadora do projeto, a escolha da Fazenda Capão Alto enquanto lugar específico é um convite para se discutir a arte contemporânea em seus cruzamentos com a história, ecologia, patrimônio material e imaterial. A exposição contempla, ainda, um vídeo poético­-documental produzido por Lara Jacoski inspirado na fazenda e seu contexto como paisagem cultural, a partir da pesquisa do arquiteto Gabriel Gallarza, feita para o projeto Infinitos Campos Gerais.


Serviço


Exposição Infinitos Campos Gerais


- Período expositivo: até 27 de maio (domingo)


- Horário de visitação: terça a domingo, das 9h às 17h30


- Local: Fazenda Capão Alto, Castro (PR)


- Entrada: R$ 6 inteira e R$ 3 meia-entrada


Postar um comentário

0 Comentários