Bloqueios em rodovias obrigam Prefeitura de Castro a reduzir serviços e suspender abastecimentos

A greve dos caminhoneiros já começou a causar impactos negativos no setor público. É o caso da Prefeitura Municipal de Castro que começou na terça-feira (22) a racionar combustível e restringiu alguns serviços. A medida foi anunciada oficialmente nesta quarta-feira (23).


Como ainda não há previsão de liberação das rodovias da região e não se sabe até quando o reservatório de gasolina do Parque Municipal de Máquinas pode durar, estão sendo abastecidos apenas os veículos considerados prioritários, como ambulâncias do Samu e carros de transporte de pacientes – o abastecimentos dos demais veículos está suspenso.


De acordo com uma nota divulgada nesta tarde na página da prefeitura, serviços como os de manutenção de vias e colocação de asfalto serão reduzidos temporariamente.

Postar um comentário

0 Comentários