Castrense morre em trágico acidente no interior de São Paulo; corpo segue sem reconhecimento em IML

Um homem natural de Castro perdeu a vida de forma trágica na madrugada da última sexta-feira (09) no município de Araçariguama, no interior de São Paulo. Plínio Gomes Pinheiro Sobrinho, de 56 anos, foi atropelado por um carro no momento que tentava atravessar uma rodovia local. O corpo ainda não foi reconhecido pela família.


A fatalidade aconteceu por volta das 00h20, na Rodovia Castello Branco (SP-280), trecho bastante movimentado da região. A condutora do veículo que atropelou o castrense, um Honda HRV, disse à polícia que trafegava pela faixa da esquerda, dentro do limite de velocidade, quando viu a silhueta de uma pessoa tentando atravessar a pista, em direção ao canteiro central. O acidente foi inevitável, segundo o relato da motorista.


O impacto da batida foi tão forte que a vítima teve um braço e as duas pernas decepados; o corpo foi jogado com violência contra o guard rail. Socorristas da ViaOeste, concessionaria que administra o trecho, e o Samu foram acionados, entretanto, nada por de ser feito. O cadáver foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Sorocaba e, após os exames de necropsia, liberado para uma funerária local.


A mulher, de 40 anos, não ficou ferida no acidente e teve que ser submetida ao exame do bafômetro, mas o teste não encontrou vestígios de álcool ou substâncias psicoativas em seu organismo. Ela foi levada à delegacia mais próxima para prestar depoimento.


A direção do Jornal São Roque Notícias, um dos meios de comunicação que noticiou a morte, entrou em contato com o Portal Gazeta Popular para informar que até a manhã desta segunda-feira (12) o corpo seguia sem reconhecimento familiar no IML. Plínio, segundo a polícia, trabalhava como ajudante. Não há informações se ele morava ou apenas estava trabalhando na região.


Quem tiver notícias sobre a família da vítima pode enviar uma mensagem inbox para o nosso Facebook ou entrar em contato diretamente com o IML de Sorocaba pelo telefone (15) 3222-0775.




[caption id="attachment_2825" align="aligncenter" width="640"] As informações divulgadas nesta imagem são para ajudar na possível identificação familiar[/caption]

*Com informações do Jornal São Roque Notícias

Postar um comentário

0 Comentários