Prefeitura entrega barracão para Associação de Catadores

A Prefeitura Municipal de Castro entrega nesta sexta-feira (2), a nova sede para a Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Castro (ACMRC), cedida em comodato. Com investimento de R$ 20 mil, a Prefeitura reformou um barracão na Vila Rosário que passará a receber todo o material reciclável coletado pela Inova Ambiental e ainda aqueles depositados nos ecopontos.


O imóvel com aproximadamente 900 metros quadrados recebeu pintura nova, recuperação e impermeabilização do piso, troca vidros, fiação elétrica e do telhado. O barracão foi adaptado com espaço para triagem, divisórias para armazenamento do material conforme a classificação, cozinha, refeitório, dois banheiros, recepção, escritório e despensa.


Além do novo espaço, a associação está formalizada, com CNPJ, e pode firmar contrato com empresas de Castro e região para destinação de recicláveis. “Além das condições adequadas, era necessário que a associação estivesse formalmente constituída para receber os resíduos do município e também de empresas. É um grande passo para a evolução da atividade”, diz o secretário municipal de Obras, Serviços Públicos e Meio Ambiente, Paulo Roberto Nocera.


Para a presidente da associação, Sarita Leite Gefune, com o novo espaço será possível o crescimento da entidade. “Aqui é um ponto melhor, estruturado para o trabalho e nossa associação agora está regularizada e poderemos receber materiais das empresas, aumentando a renda dos associados”, conta.


A associação está instalada atualmente na sede do antigo matadouro. Para desenvolvimento dos trabalhos conta com equipamentos como prensa, balança, elevador e mesa de separação. Semanalmente recebe dez caminhões de material reciclável da Inova Ambiental e outros cinco dos ecopontos.


No novo barracão todo o material será entregue pesado e os associados farão pesagem do material depois de classificado. Os rejeitos serão enviados para o aterro sanitário. “Dessa forma teremos o controle da movimentação de todo o material reciclado, pois a Prefeitura precisa prestar contas junto aos órgãos ambientais sobre a destinação dos resíduos do município”, finaliza o secretário.

Postar um comentário

0 Comentários