Notícias

Comerciante que atirou contra caminhoneiro se entrega à polícia

Foragido a pouco mais de dois meses, o comerciante Silas Félix Doin, de 54 anos, se entregou à polícia na manhã de quinta-feira (04) na 43ª Delegacia Regional de Polícia Civil. O comerciante, que era procurado por tentativa de homicídio qualificado desde novembro de 2017, chegou à unidade policial por volta das 10 horas acompanhado de um advogado.


O crime aconteceu na noite do dia 13 de outubro do ano passado, durante as festividades do evento “Castro, Cidade Alegria”, na Rua Mariana Marquês, região central de Castro. Após uma discussão de trânsito, Silas Félix descarregou um revólver na direção do motorista Edilson Palhano, de 35 anos, e a namorada. O desentendimento teria ocorrido porque o empresário não queria que casal parasse o carro em frente ao seu estabelecimento.


Edilson foi alvejado por pelo menos dois disparos – no braço e tórax. A mulher dele não foi atingida. O motorista, que chegou a ficar internado em estado grave na Unidade de Tratamento Intensivo - UTI em Ponta Grossa, passou por algumas cirurgias e hoje se recupera dos ferimentos sofridos.


Acompanhado de um advogado, Silas teria se apresentado na 43ª Delegacia Regional de Polícia Civil 24 horas após o crime. O comerciante foi ouvido pela autoridade de plantão, mas acabou sendo liberado logo em seguida.


Em novembro, a Juíza Erika Watanabe, do Fórum da Comarca de Castro, pediu como medida cautelar a prisão preventiva de Silas. Um mandado de prisão foi expedido e o comerciante passou a ser procurado pela Justiça.

Nenhum comentário

Talvez se interesse...

randomposts

Curta também!

fb/https://www.facebook.com/blogdecastronoticias