Castrense é prata pela Seleção Brasileira nos Jogos Sul-Americanos de Basquete

O atleta Mateus Henrique Diniz, 16 anos, castrense que jogou pela Seleção Brasileira Sub 17 de Basquete 3x3, conquistou a medalha de prata nos Jogos Sul-Americanos da Juventude disputado de 26 de setembro a 10 de outubro, no Chile. A competição envolveu 13 países da América do Sul.


Para Mateus, ser convocado para a seleção foi uma surpresa. Ele foi informado em julho de que havia passado na seletiva da qual participaram 18 atletas. "Não esperava, foi mesmo uma surpresa", disse o atleta que teve que correr para fazer o passaporte para a viagem.
No campeonato, o maior desafio foi o clima. Mas a medalha de prata valeu todo o esforço. "Foi difícil acostumar com o clima. Pegamos uma chave forte e os jogos foram difíceis, mas tudo valeu a pena", disse.


Mateus começou no basquete aos 12 anos pelo Caramuru e sua trajetória vem de uma sequência de vitórias. Em 2013 conquistou o Campeonato Estadual Sub 12, em Toledo. Ainda neste ano foi campeão jogando a Taça Paraná pela cidade de Londrina. Por duas vezes, em 2014 e 2015, foi ala-destaque no Campeonato Sul-Americano de Basquete realizado em Novo Hamburgo (RS), defendendo o Caramuru e a Sociedade Thalia, de Curitiba, respectivamente.


Em 2015 jogou o Campeonato Estadual Sub 14, no qual também o Caramuru foi campeão. Nesse mesmo ano jogou pela seleção paranaense Sub 15 que conquistou o Campeonato Brasileiro de Base, derrotando o time São Paulo por 64X60. Nesse jogo, Mateus fez 9 pontos ainda com 14 anos de idade. Participou neste mesmo ano, em Belo Horizonte (MG), do 3º Torneio Clube Olímpico que foi campeão em cima do Minas Tênis Club.


Em 2016 Mateus procurou novos horizontes e foi morar em São Paulo, jogando pelo Clube Paulistano na categoria Sub 15. Em 2017 atuou no Vasco da Gama, no Rio de Janeiro, na categoria Sub 17. Todo o empenho foi reconhecido e o atleta foi convocado para a Seleção Brasileira Sub 17, ainda com 16 anos e já conquistando medalha de vice-campeão em sua primeira participação internacional.


Neste segundo semestre retornou para Castro, está estudando no Colégio Estadual Vespasiano Carneiro de Mello, à noite. A carreira profissional segue em frente e Mateus vai atuar em Ponta Grossa defendendo o Novo Basquete Ponta Grossa (NBPG) adulto e Sub 17. A expectativa é atuar nos próximos jogos na final e semifinal do paranaense já neste sábado (28), em Maringá e depois as finais em novembro.


Para o futuro, Mateus sonha alto e quer ir jogar fora do Brasil. "No exterior as oportunidades são melhores, mas sei que é preciso muito treino até chegar lá", finalizou.

Postar um comentário

0 Comentários