Prefeitura aguarda autorização do Estado para recuperar parede da Casa da Cultura

A Diretoria de Indústria, Comércio, Turismo e Cultura de Castro já encaminhou à Secretaria de Estado da Cultura, ofício solicitando autorização para providenciar obras de reparo em parte da parede externa da Casa da Cultura Emília Erichsen que desabou na noite de domingo (3).


O diretor de Indústria, Comércio, Turismo e Cultura de Castro, Augusto Beck, destaca que o espaço é tombado pelo Patrimônio Histórico do Paraná e por isso é preciso autorização. “Iremos providenciar com urgência os reparos necessários para que a parede seja recuperada, mas dependemos de liberações do Estado”, disse.


A Casa da Cultura é uma construção de 1850, feita em taipa de pilão na antiga Rua das Tropas, atual Dr. Jorge Xavier da Silva. Abrigou a partir de 1862, o primeiro Jardim de Infância do Brasil. O prédio foi tombado em 1991, pelo uso que desempenhou como o primeiro Jardim de Infância no país, além da sua importância arquitetônica. Desde 1992 o local sedia a Casa da Cultura Emília Erichsen.

Postar um comentário

0 Comentários