Top Ad 728x90

terça-feira, 22 de julho de 2014

  • , , ,

    Condenados pela justiça prestam serviços à comunidade

    Entre os serviços realizados está a pintura de meios-fios; oportunidade foi possível por parceria entre Prefeitura de Castro e Conselho da Comunidade.

    No sábado (19) pela manhã, quem passou pela rua Tiradentes, próximo à Delegacia de Castro, nos Campos Gerais, pode observar que diversas pessoas trabalhavam na pintura dos meios-fios.  São cidadãos que foram condenados pelo Poder Judiciário e tiveram as penas convertidas em prestação de serviços à comunidade. Assim, através de uma parceria entre Prefeitura de Castro e Conselho da Comunidade, o cumprimento da pena está resultando em serviços que ajudam a melhorar a cidade. A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos, doou cal, pincéis e rolos e o Conselho da Comunidade fiscaliza os trabalhos realizados pelos apenados e informa ao Poder Judiciário. O prefeito em exercício, Marcos Bertolini e a diretora do Conselho da Comunidade, Odete Castro Ferreira, acompanharam o trabalho.

    “É uma forma de a comunidade ficar sabendo que as pessoas que cometem algum crime e não são presas, não ficam impunes, pois depois de serem condenadas prestam os serviços que são revertidos à comunidade”, destaca Odete. Além dessa parceria com a Prefeitura, os apenados cumprem pena em entidades e escolas da cidade, como, por exemplo, no Lar Mariliana, Polícia Militar postos de saúde e outros locais, tanto em Castro como em Carambeí.

    O funcionário da Secretaria Municipal de Gestão Pública, Robson Scheleider – que acompanha o programa – aponta que a prestação de serviços à comunidade como cumprimento de pena alternativa acontece sempre nos finais de semana e é um trabalho contínuo. “Outra ação que está sendo feita, com o acompanhamento do Conselho da Comunidade é a pintura dos muros do estádio Caramuru”, frisa.

    Conforme Odete, o trabalho é alternado entre a manutenção e melhorias nos espaços públicos com as ações na sede do Conselho, onde as pessoas que cumprem a pena alternativa ajudam no cultivo da horta e realização dos serviços gerais.

    Informações da assessoria.

    Veja ainda