terça-feira, 18 de dezembro de 2012

  • , , , ,

    Hospital Anna Fiorillo Menarim maternidade interditada

    Muito bonito!
     O único hospital da cidade de Castro que tem quase 70 mil habitantes e milhares de ELEITORES está com a maternidade interditada.

     Hoje pela manhã entrei em contato com o hospital que está deixando as mamães na mão há uma semana e, segundo eles não há previsão de retorno, ou seja, que se virem as pobres gestantes, desloquem-se a Ponta Grossa atrás de um leito.

     PALHAÇADA!

     Que eu me lembre, nos ultimos 8 anos não tivemos problema com saúde em Castro, inclusive vi a construção de muitas unidades de atendimento, PSF, o "24 horas" e por fim o UPA que até hoje não vi igual.
     Por que será que o problema aparece justo agora?
     Transição de administração municipal?

     Bom, hoje é dia 18 de dezembro, tenho conhecimento de varias gestantes que estão prestes a dar a luz, todas de classe baixa que necessitam do "governo", afinal quem tem um maior poder aquisitivo não tá nem ligando.

     Só quero ver quanto tempo isto vai durar, e se vão esperar morrer alguém para se virar com isso.

    Os impostos de 2012 já estão quase pagos, e eu falo QUASE por que ainda tem 12 dias para o governo sugar o povão.

    Enquanto o problema não se resolve a gestante deve AGUARDAR ENTRAR EM TRABALHO DE PARTO para procurar um pronto atendimento e então ser levada de ambulância para a cidade de Ponta-Grossa.


    Anúncio Recarga Grátis